domingo, 12 de outubro de 2008

PRIMEIRO HOSPITAL ANTROPOSÓFICO







Para uma vida melhor com metas valiosas para o bem estar da vida, está sendo erguido o primeiro hospital antroposófico da América do Sul, em Matias Barbosa M.G,cidade que fica a 10 minutos de Juiz de Fora onde já funciona uma clínica com especialists em várias áreas.

'''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''
Antroposofia
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Baseada nas idéias da "ciência espiritual" de Rudolf Steiner, a antroposofia ("conhecimento do ser humano") é uma filosofia que surgiu no contexto do movimento teosófico de Helena Blavatsky.
A Sociedade Antroposófica foi formada em 1912, depois que Steiner saiu da Sociedade Teosófica Adyar devido a divergências com sua líder, Annie Besant. Ele foi acompanhado por um grande número de membros da Seção Alemã da Sociedade Teosófica, e tornou-se o presidente deste grupo. A antroposofia difere da teosofia em seu foco prático, sua ênfase no desenvolvimento de impulsos artísticos, em ter como base teórica o esoterismo ocidental (mais do que o esoterismo hindu ou budista), e por sua visão positiva do Cristo que, contudo, ainda é bastante diferente da visão Cristã comum.
Steiner definiu a antroposofia como "um caminho de conhecimento para guiar o espiritual do ser humano ao espiritual do universo." Afirma que as pessoas não são meramente observadoras separadas do mundo externo. De acordo com Steiner, a realidade surge somente na união do espiritual e do físico – i.e., "onde o conceito e a percepção se encontram". O objetivo do antropósofo é tornar-se "mais humano", ao aumentar sua consciência e deliberar sobre seus pensamentos e ações. Pode-se atingir altos níveis de consciência pela meditação e observação dos fenômenos da natureza e do próprio processo cognitivo. Steiner descreveu e desenvolveu numerosos exercícios para a obtenção da capacidade de experienciar o mundo supra-sensível.
Os antropósofos vêem os seres humanos como que constituídos de três membros inter-relacionados: o corpo, a alma e o espírito. Esta visão é completamente desenvolvida nos livros de Steiner Teosofia e A ciência oculta (Compare com o gnosticismo, que tem uma visão trimembrada relativamente parecida. Contudo, para o gnosticismo, o Cristo é, fundalmentalmente, uma experiência mística, enquanto que para Steiner, a sua encarnação também foi uma realidade histórica). A base epistemológica da antroposofia está contida na obra A filosofia da liberdade, assim como em sua tese de doutoramento, Verdade e ciência. Estes e vários outros livros de Steiner anteciparam a gradual superação do idealismo cartesiano e do subjetivismo kantiano da filosofia do século XX. Assim como Edmund Husserl e Ortega y Gasset, Steiner foi profundamente influenciado pelos trabalhos de Franz Brentano, e havia lido Wilhelm Dilthey em detalhe. Por meio de seus primeiros livros, de cunho epistemológico e filosófico, Steiner tornou-se um dos primeiros filósofos europeus a superar a ruptura entre sujeito e objeto que Descartes, a física clássica, e várias forças históricas complexas gravaram na mente humana ao longo de vários séculos.
Steiner também ministrou vários ciclos de palestras para médicos, a partir dos quais surgiu um movimento de medicina antroposófica que se espalhou pelo mundo e agora inclui milhares de médicos, psicólogos e terapeutas, e que possui seus próprios hospitais e universidades médicas.
Outras vertentes práticas da antroposofia incluem: a arquitetura (Goetheanum), a agricultura biodinâmica, a educação infantil e juvenil (pedagogia Waldorf), a farmácia homeopática (Wala, Weleda, Sirimim), a filosofia (A "Filosofia da Liberdade”), a euritmia ("o movimento como verbo visível e som visível"), e os centros para ajuda de crianças especiais (Vilas Camphill).
Contudo, a antroposofia possui seus detratores. Os críticos designaram-na como um culto com similaridades em relação aos movimentos da Nova Era. Se for um culto, contudo, é um que fortemente enfatiza a liberdade individual. Ainda, alguns críticos sustentam que os antropósofos tendem a elevar as opiniões pessoais de Steiner, muitas das quais são estranhas às visões das religiões ortodoxas, da ciência e das humanidades, ao nível das verdades absolutas. Se existe alguma verdade nesta crítica, a maior parte da culpa pertence não a Steiner, mas a seus estudantes. Steiner freqüentemente estimulou seus estudantes a testarem tudo o que ele dizia, e em muitas ocasiões, até mesmo implorou a eles que não tomassem nada do que dissesse com base na fé ou autoridade.
Outra crítica afirma que alguns antropósofos parecem distanciar suas atividades públicas da possível inferência de que a antroposofia é baseada sobre elementos esotéricos religiosos, tendendo a apresentá-los ao público como uma filosofia acadêmica não-sectária. Uma dificuldade em avaliar essa crítica é que ela contém um preconceito oculto porque ignora uma questão que a antroposofia procurou levantar e responder: é possível para aquele que pensa ser tanto cientificamente quanto espiritualmente cognitivo, ao mesmo tempo? A antroposofia afirma que isso é possível. A crítica supramencionada, por outro lado, assume que não é possível, e portanto encontra uma contradição entre a afirmação de um não-sectarismo e um embasamento na experiência supra-sensível.

[editar] Ver também
Rudolf Steiner
Pedagogia Waldorf
Medicina antroposófica
Agricultura Biodinâmica

'''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''

Fiquei parada após as fotos, com a máquina junto ao peito, tomando conciência imediata de quantas pessoas passarão por alí em busca não só da cura física como também da felicidade com o aprendizado em preparação do corpo, naturalmente defendendo-o para que tudo ocorra suamente em harmonia com o espírito.
Logo que a obra fique pronta, a colocarei com orgulho de quem alí naquela cidadezinha cresceu e agora volta para comtemplar seu progresso.

'''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''

Minha beijoca de hoje é carinhosamente com orgulho dedicada a um dos bebês mais lindos: Doutora Letícia Mansoldo Salazar Malta, que em Matias Barbosa em seu consultório odontológico dedica-se a MEDICINA ANTROPOSÓFICA.

2 comentários:

Anônimo disse...

Nilda,

Muito obrigada por essa divulgação. Vc nem imagina o quanto devo à medicina antroposófica.
O Dr Antônio Marques é um dos médicos mais competentes que conheço.

Stella Machado

miriam nakutis disse...

Nilda querida,
Agradeço pela sua visita. Nunca tinha ouvido falar sobre a medicina antroposófica. Fiquei curiosa e muito, mais muito interessada mesmo. Prometo voltar para saber detalhes. Já te linkei para poder voltar.
Obrigada amiga
Miriam Nakutis

Oi! Esse blog é para dividir e somar um cadin de cada coisa boa que faço e quero fazer . Copie o que quiser, mas me deixe um oizinho, tá? Beijocas Nilda.