quarta-feira, 15 de abril de 2009

TERTÚLIA VIRTUAL -

Meu prazer para Tertúlia.

Pra mim fica difícil este tema...
Tudo que é simples é complicado de escrever.
Direi sobre o que realmente me deu mais prazer na vida: Gravidez
Sou do tempo de que ser mãe era simplesmente um ato de amor. Sem cursos, sem hidroginásticas e que o enxoval era feito pela mãe, com muito carinho e amando o amadurecimento para nova vida.
Aproveitei cada gestação como fase do amor, da criação sem culpa de sentir prazer num intenso prazer pela vida que brotava, das que lhe fizeram.
O prazer da espera pela carinha que chorará pelo prazer de viver...
Gravidez pra mim é como um poema escrito pela cumplicidade do amor .
Cada gravidez minha induziu-me a serenidade, paz em combinação com a multiplicidade das crescentes coisas que tive a responsabilidade de produzir para dar.
Ao dar a luz o prazer resumiu na entrega ao mundo violento, mas cheio de luz e som que só o prazer do amor pode romper...


Nilda.
http://meucantin5.blogspot.com/

Meu prazer para Tertúlia.



skip to main skip to sidebar

26 comentários:

expressodalinha disse...

Impressivamente descrito. Até fiquei com vontade de dar à luz!

Serena Flor disse...

Estou tendo muito prazer em conhecer novos cantinhos e mais prazer ainda de estar participando desta tertúlia maravilhosa.
Belíssima participação...parabéns!
Beijos.

Natalia disse...

hummm lindo o texto.. linda a foto....
ahh queria eu ter nascido antes.. acho q até me ariscava a ter filhos... hoje em dia não me animo...

beijinhop

Compondo o olhar ... disse...

realemente, a gravidez, poder dar vida a uma vida, deve ser muito prazeroso!!
parabens!!


bjocas

Juliêta Barbosa disse...

Dentre os prazeres abordados este é o mais sublime. Parabéns pela escolha.E obrigada pela visita.

Nanda disse...

Oi obrigada pela visita!!!

Acho que o simples é o mais complicado de dizer mesmo, e vc conseguiu resumir bem!

Que ótimo que sua gravidez lhe deu tanto prazer, acho melhor ainda para seu filhos, sortudos eles, hein?

Abração!

Jo. disse...

Que PRAZER mais lindo o seu.
Quem sabe um dia aconteça comigo também!
Também estou participando da tertúlia deste mês. Me visita tá?
Bjim.

Georgia disse...

Nilda que emocionante. Lindo!

Estou com enxaqueca por isso, nem pude aparecer por aqui.

Bjus

Sandra disse...

Nilda!
Valeu pelo seu apoio.
Estou começando nesta camida.
Sempre é bom construir amigos e aprender com eles.
Abraços
Sandra

Gaspar de Jesus disse...

Dona NILDA
Começo por agradecer a gentil visita e o simpático comentário.
Alguém disse atrás que este é o "Prazer Sublime".
Concordo perfeitamente!
Esta sua participação na Tertúlia está carregadinha de SINGELEZA, AFECTO E AMOR.
1 beijinho para a senhora e uma abração para seu marido.
G.J.

Eduardo P.L disse...

Simples e complicado, mas muito bem explicado! Oportuna e importante sua participação, minha querida amiga Nilda!
Dia 15 tem outra!

Bjs

Eduardo Santos disse...

Olá amiga. O prazer de ser mãe deve ser algo de excepcional, admiro todas as mulheres que o dizem, mas sobretudo, aquelas que o sentem. Considero que é algo de muito belo e que deve ser devidamente considerado, pois de outra forma nós não estariamos agora a conversar. Tive muito gosto em conhecer o seu cantinho, tudo de bom para si. Obrigado.

Nade disse...

Olá!
Ontem foi muito corrido pra mim e, por isso, não tive como ler seu post no dia da Tertúlia... Mas aqui estou eu!
Olha, deste prazer ainda não tive... Mas deve ser algo único e indescritível!
Bjs
Orgulho de Ser

Ciça Donner disse...

Nossa que lindo menina. Simples, gostoso e extremamente amoroso! Como devem ser as maes

Maria Augusta disse...

Realmente, dar a vida é um um prazer enorme. Parabéns pela sinceridade tocante do teu post.
Um grande beijo e um bom fim de semana para você.

Cid@ Gomes disse...

nossa! seu cantin está lindo, cheio de novidades e super vivo!!!!!!!
bjs

Ana Patrícia Vilanova disse...

Nilda querida, obrigada pela visita!!! Teu cantinho também é um charme só!!! Parabéns! Espero sua visita sempre!!!!

Bjokas!

Ana PAty

FaBiaNa GuaRaNHo disse...

Nilda
Muito obrigada pela visita e carinho, mas foi bem mais prazeroso pra mim, pois conheci esse seu CANTIN maravilhosos.
Bjinhos

João Menéres disse...

NILDA

Abro aqui uma excepção (dado só hoje retomar a blogosfera e não poder agradecer a cada um dos 49 que comentou a minha participação):
A sua foi belíssima, carregada de sentimento e de VERDADE.
Realmente, não creio que possa haver Felicidade maior do que uma Mãe dar à luz!
A nós homens restam outros prazeres. Por exemplo, o proporcionar à Mulher poder ter essa Felicidade...
Um beijo grande e parabéns pela sua participação.

Gaspar de Jesus disse...

D. NILDA
Olha eu aqui de novo...
Desta vez para agradecer a amável visita e desejar que a senhora seja muito feliz nesses seus LAVORES, que são ARTE para quem os faz e para quem os contempla.
Bjs
G.J.

disse...

Olá Nilda! Maravilhosa ideia abordar este prazer. Também o tive uma única vez, tenho pensado em realizá-lo novamente, quem sabe! Descreveu lindamente este momento que a mulher pode conceber, aliás, pode conceber os vários passos na medida em que o ventre vai crescendo, alguns como bem enfatizou: confeccionar o enxoval e esperar pela carinha chorosa! Isso é divino! Tão bom seria se toda mulher pudesse pensar assim como você. Parabéns! Aproveito o ensejo e agradeço sua presença em meu "cantin" também (rs). Bjins e até!

Sueli disse...

Qui dilícia de cantim, Nilda! Acho que serei frequentadora assídua, pois gostei do cantim e do seu jeitim, também. Sabia que adoro artesanato? Aliás, faço bijouterias artesanais. Quanto ao prazer de ser mãe e do que curtimos em cada gestação, é, realmente, indiscritível! Muito bem lembrado. Abração!

Gabriela disse...

Nilda,

Muito obrigada pela sua visita e pelas palavras que deixou.
Comovi-me com o seu texto porque todas as vezes que estive grávida, senti-me em estado de graça e aproveitei ao máximo cada uma dessas etapas. E o mesmo se está a passar com a minha filha que me diz que nunca se sentiu tão feliz, tão bem com a vida, tão em paz...e que adora a sua barrigota (ainda mais, a Beatriz que está lá dentro, lógico!).
Desculpe este texto tão longo!
Um beijo.

D. disse...

Simpática é vc, Nilda, flor rara.
Apareça sempre por lá, será um prazer.
Teu prazer na gravidez eu compartilho, a minha 1ª gravidez foi um dos períodos mais felizes de minha vida, fora os dois partos, normais, ótimos- e os rebentos que são dois homens hj- maravilhosos.
Teu blog é interessante, resgata nossa hist. e arquitetura, continue.
Bj Laura

Raquel disse...

Oi Nilda!!
Vim te agradecer pela visita tão simpática! Que bom encontrar pessoas simples, inteligentes e encantadoras como vc!
Estou começando a participar da Tertulia agora, aliás, estou começando em tudo nesse mundo virtual, mas estou fascinada por tudo e todos que estou vendo.
Adorei o seu post... Sensibilidade pura!! Parabéns!
Obrigada pela amizade,carinho e atenção, tá?
Mês que vem tem mais Tertulia... estarei aqui sempre que der.

Xêross no coração!
Raquel

Conceição Duarte disse...

Minha linda, te ví sendo minha seguidora. Que honra pra mim, muito obrigada, e estaremos sempre ligadas agora.

Lí seu Prazer somente agora, e adorei! Ë verdade tudo o que muito bem disse em forma da escrita. Grande prazer só nós mulheres podemos ter e sentir...

Muito lindo!

Obrigada pelo carinho, tenha ótima semana, bj, con

Oi! Esse blog é para dividir e somar um cadin de cada coisa boa que faço e quero fazer . Copie o que quiser, mas me deixe um oizinho, tá? Beijocas Nilda.